Brasilianita

 

brasilianita-banner-artstones

Brasilianita Natural

ORIGEM E PROCEDÊNCIA
Até hoje só existem dois lugares onde a Brasilianita foi descoberta: no Brasil, na localidade denominada Córrego Frio, município de Conselheiro Pena, Minas Gerais e no condado de Palerma, Estado New Hampshire, Estados Unidos.

Em ambos os lugares, foram encontradas em rochas de pegmatitos e em agregados de cascalhos de quartzo, associados à Lazulita e Apatita azul.

efeitos-das-pedras-para-o-corpo

A Brasilianita minora moléstias do cérebro, espinha dorsal e sistema nervoso, bem como sofrimentos do corpo e do espírito, os quais são causados pelos venenos do meio ambiente e se alojam nos pulmões e nos órgãos.

Indicações: Perturbações digestivas, cérebro, espinha dorsal, sistema nervoso.

Efeitos da Brasilianita para a mente

Efeitos para a Mente: A Brasilianita tem propriedades reguladoras e liberadoras sobre nossa alma e fortalece os nervos. O sistema nervoso vegetativo é também fortalecido e, por meio disto, adquirimos mais alegria de viver e autodomínio perante as outras pessoas. Em meditação, essa pedra penetra de maneira suave em nosso organismo e restaura o espírito e a alma.

Indicações: Sistema nervoso vegetativo, alegria de viver, autodomínio, pensamento positivo.

 como-utilizar-pedras-naturais

A Brasilianita é uma gema muito interessante do ponto de vista científico e para os colecionadores. Devido a sua fragilidade não é muito usada em joalheria, mas pode ser lapidada de várias formas e estas peças são muito cobiçadas pelos colecionadores e pelos museus de gemas. Há dois bonitos exemplares no Museu de História Natural de Nova Yorque e uma gema de 24 quilates na Universidade De Rio de Janeiro.

artstones-pedras-para-semi-joias

Fontes:

Livro Pedras Preciosas – Cally Hall

Livro Gemas do Mundo – Walter Schumman

Livro Prevenções e Cura com Pedras – Karl Stark e Werner E. Meier.

Respeite os direitos autorais  Lei 9610/98 – qualquer reproduções do conteúdo sem autorização do autor do blog sem as devidas menções/créditos e links serão equiparados ao crime de plágio.

Autor do Post: Suzana Perez/ArtStones

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.